Boletim de Fechamento

Fechamento de Mercado – 27/11/2017

Brasília, 27 de outubro de 2017

NOTAS ECONÔMICAS — Fechamento dos Mercados

Resumo diário: Dia operado com cautela em relação à situação política de apoio à reforma da previdência e o retorno de Michel Temer para a articulação política das necessidades fiscais do governo. Sem qualquer novidade durante todo o dia interna ou externamente mesmo abrindo em queda o mercado segurou os índices quedas ou reduções mais moderadas.

Bolsa: Operando em queda durante quase todo o dia chegando a uma queda de 1,35% pela manhã sem notícias novas e sem concretizar especulações em torno da situação política contribuiu positivamente para segurar os índices do dia. . O índice encerrou o dia em baixa de 0,13%, aos 74.058 pontos.
Juros: Os anúncios de bandeiras tarifárias mais amenas pela ANEEL segurou a alta do juros que estava em alta passando a cair pelo alívio inflacionário da notícia. O DI Jan/19 encerrou o dia estável em 7,07%. O DI Jan/21 ficou em 8,31%.
Dólar: O dólar para dezembro encerra em queda de 0,19%, valendo R$ 3,22. À espera de importantes eventos para os próximos dias, o câmbio agiu com a cautela esperada após o feriado de ação de graças dos Estados Unidos. A aposta mais importante são para a reforma tributária colocada pelo presidente em campanha e a ser discutida nos próximos dias.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.