Boletim de Fechamento

Fechamento de Mercado – 27/07/2018

Brasília, 27 de julho de 2018

NOTAS ECONÔMICAS — Fechamento dos Mercados

Resumo diário: A confirmação da alta forte do PIB dos EUA no segundo trimestre aliada a desaceleração do núcleo do PCE manteve entre os investidores a percepção quanto ao processo gradual de alta de juros no país. Internamente, o processo eleitoral segue como foco para o monitoramento dos mercados.

Bolsa: Depois de cair 1% ontem, o Ibovespa recuperou parcialmente as perdas, indicando a disposição do investidor em permanecer na Bolsa puxada por uma valorização mais forte das principais ações e de uma maior definição da corrida presidencial. O índice encerrou o dia em alta de 0,58%, aos 79.866 pontos.
Juros: Os juros futuros fecharam com taxas perto da estabilidade, com viés de baixa na ponta longa. O câmbio manteve-se como principal condutor dos negócios nesta sexta-feira. A trajetória descendente do câmbio e dos juros foi mais expressiva na jornada matutina, assegurada pelos dados do PIB americano, que subiu 4,1% no segundo trimestre de 2018, no ritmo mais forte em quase quatro anos. O DI Jan/19 fechou aos 6,62%. O DI Jan/21 terminou em 8,90%, de 8,94% do dia anterior.
Dólar: O dólar se enfraqueceu ante o real , pressionado pelo enfraquecimento externo da moeda americana ante o euro, iene e algumas divisas emergentes, logo após a divulgação do Produto Interno Bruto dos EUA. A divisa americana encerrou o dia em queda de 0,78% ante o real, valendo R$ 3,71.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.