Boletim de Fechamento

Fechamento de Mercado – 23/01/2019

Brasília, 24 de janeiro de 2019

NOTAS ECONÔMICAS — Fechamento dos Mercados

Resumo diário: As afirmações de Paulo Guedes foram o foco central dos direcionamentos da moeda americana. O ministro afirmou que pretende zera o déficit primário através de privatizações e corte de subsídios fiscais. O lado político também colaborou com o bom humor do dia quando o ministro Onyx Lorenzoni falou sobre metas previstas para o primeiro período do governo e a intenção de maior liberdade na economia e no Banco Central.

Bolsa: Apesar da desvalorização do petróleo no mercado internacional a Petrobras fechou em alta o que puxou a bolsa brasileira fechandoe m novo recorde histórico aos 96.558,42 alta de 1,53%. Notícias de empenho político e econômico para aprovação das reformas e incertezas no mercado internacional colaboraram com o bom humor da bolsa.
Juros: A desvalorização do dolar puxou o juros para baixo durante todo o dia. O mercado apresenta tendência de acreditar na capacidade do governo de aprovação da reforma previdênciaria em algum grau positivo. o DI com vencimento em janeiro 2020 fechou em 6,46 de 6,47% de ontem e para 2021 em 7,2% ante à 7,23% .
Dólar: A moeda americana fechou em baixa de 1,13% no valor de R$ 3,7624, acompanhando outros países emergentes e também puxado pelas declarações de Paulo Guedes. As declarações do conselho econômico americano de que o crescimento americano deve ser ainda menor do que o anunciado devido à paralização do governo ajudaram a valorização do real e aumento da liquidez.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.