Boletim de Fechamento

Fechamento de Mercado – 16/05/2018

Brasília, 16 de maio de 2018

NOTAS ECONÔMICAS — Fechamento dos Mercados

Resumo diário: O resultado mais fraco que o esperado do IBC-Br, medido pelo Bacen, foi o indicador mais relevante do dia e levou analistas a reavaliarem os números projetados para a economia brasileira para o fim deste ano. No cenário internacional, destaque para o anúncio do Movimento 5 Estrelas e a Liga sobre um programa de governo conjunto para a Itália, que será submetido agora às lideranças dos dois partidos.

Bolsa:  A melhora do humor nas bolsas de Nova York e a permanência dos preços do petróleo em níveis elevados embalaram os ganhos na bolsa. Outra análise é a de que a forte valorização do dólar deixou as ações do Ibovespa mais baratas, o que também contribui para o fortalecimento do índice. O Ibovespa encerrou o dia em alta de 1,65%, aos 86.536 pontos.
Juros:  O dia foi de ajuste no mercado de DIs, horas antes da decisão do Copom que deve reduzir a taxa Selic em 0,25 pp, para 6,25% aa. O resultado mais fraco que o esperado do IBC-Br ratificou o movimento de devolução de prêmios. O DI Jan/19 encerrou o dia em 6,32%, de 6,35 na véspera. O DI Jan/21 saiu de 8,47% para 8,46% no fechamento.
Dólar:  O dólar seguiu a trajetória de alta dos últimos dias refletindo uma demanda defensiva por hedge no mercado futuro, em meio a expectativas majoritárias de um novo corte na Selic hoje à noite. A divisa americana encerrou o dia em alta de 0,35%, valendo R$ 3,67.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.