Boletim de Fechamento

Fechamento de Mercado -09/04/2018

Brasília, 09 de abril de 2018

NOTAS ECONÔMICAS — Fechamento dos Mercados

Resumo diário: Os investidores seguiram buscando proteção após a prisão do ex-presidente Lula. Analistas avaliam que a percepção de um quadro eleitoral indefinido e a maior dinâmica jurídica aumentam as incertezas quanto ao futuro da economia do país. No ambiente internacional, segue o imbróglio sobre a questão comercial entre China e EUA.

Bolsa: A Bovespa teve novo dia de queda refletindo basicamente as dúvidas acerca do cenário eleitoral no Brasil. O investidor estrangeiro, avaliando o cenário duvidoso, preferiu ficar de fora do mercado acionário brasileiro. O Ibovespa encerrou o dia em queda de 1,78%, aos 83.307 pontos.
Juros: Os DIs acumularam prêmio ao longo da curva acompanhando a alta do dólar diante das preocupações dos agentes econômicos com as eleições presidenciais deste ano. Prevaleceu no mercado de juros futuros a percepção de que, dado o tamanho da incerteza com o resultado das eleições, é necessário pagar uma proteção contra a eventual descontinuidade da política econômica q beneficia o mercado financeiro. O DI Jan/19 encerrou a sessão regular a 6,27%, de 6,25%. O DI Jan/21 fechou em 8,13%, de 8,09%.
Dolar: O dólar teve um dia de alta ante o real em meio à continuidade de saídas de investidores estrangeiros na esteira de incertezas sobre o cenário eleitoral local. Os riscos geopolíticos envolvendo a Síria e as incertezas sobre um acordo comercial entre EUA e China também contribuíram para a valorização da divisa americana. O dólar encerrou o dia em alta de 1,69%, valendo R$ 3,41.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.