Boletim de Fechamento

Fechamento de Mercado – 09/02/2018

Brasília, 09 de fevereiro de 2018

NOTAS ECONÔMICAS — Fechamento dos Mercados

Resumo diário: Os investidores encerraram a semana de forma conservadora e puxando os preços dos ativos domésticos para baixo. Além disso, o feriado de carnaval estimula posições cautelosas, pois os mercados internacionais funcionarão normalmente no período. A volatilidade dos mercados internacionais seguiu contaminando os mercados diante das expectativas com a política monetária norte-americana.

Bolsa: O Ibovespa espelhou a volatilidade dos mercados acionários dos EUA e fechou em queda de 0,78%, aos 80.898 pontos com giro financeiro de R$ 12,35 bilhões. Na semana, as perdas chegaram a 3,74%. O fato de hoje ter sido a última sessão antes do vencimento de opções sobre o Ibovespa também influenciou no movimento de correção de preços.
Juros: a pressão na parte longa da curva de juros dos EUA e expectativa de que a política monetária doméstica será conduzida parcimoniosa provocaram oscilação nos DIs ao longo do dia. Assim, o DI de janeiro 2019 encerrou a 6,72%, ante 6,74% do ajuste de ontem, enquanto os DIs de janeiro 2020 e 2021 fecharam no patamar de 7,98% (de 7,97%) e 8,90% (mesma taxa ajuste anterior), respectivamente.
Dólar: o mau humor externo voltou a atingir novamente a taxa de câmbio que encerrou cotado à R$ 3,2954, em alta de 0,48%. Além da alta da divisa norte-americana frente as demais moedas externas a queda dos preços do petróleo também afetou. Outro fator foi a cautela dos investidores locais por conta do feriado de carnaval que deixa os mercados fechados na segunda e terça-feira, enquanto os negócios continuarão normalmente no resto do mundo.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.