Boletim de Fechamento

Fechamento de Mercado – 08/05/2018

Brasília, 08 de maio de 2018

NOTAS ECONÔMICAS — Fechamento dos Mercados

Resumo diário: Investidores operaram com cautela no aguardo da definição dos EUA em relação ao acordo nuclear do Irã. Internamente, a cena política ficou no radar com o anúncio do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa desistindo da corrida presidencial deste ano.

Bolsa: Após perder mais de 4% nas cinco quedas consecutivas nos últimos dias, o Ibovespa teve um pregão de leve recuperação nesta terça-feira. O sinal positivo se consolidou, entretanto, só no período da tarde, uma vez que a manhã foi marcada por volatilidade ante a expectativa em relação à postura dos EUA ao acordo nuclear do Irã. O Ibovespa encerrou o dia em alta de 0,29%, aos 82.956 pontos.
Juros: Os juros futuros confirmaram no fechamento da sessão regular a alta firme que vinham mostrando desde a abertura dos negócios, em função do mau humor no cenário externo e do avanço do dólar ante o real. A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2019 fechou em 6,330%, de 6,299% ontem no ajuste e o DI Jan/21 encerrou a 8,29%, de 8,16% no fechamento anterior.
Dolar: A cautela global aumentou a demanda por dólar o que levou a moeda norte-americana a encerrar o dia em sua maior cotaçao ante o real no ano (R$ 3,56), com alta de 0,46%. Segundo analistas do mercado, a tendência para o dólar é de continuidade da valorização ante o real, já que as incertezas do cenário alimentam a alta volatilidade dos negócios.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.