Boletim de Fechamento

Fechamento de Mercado -08/03/2018

Brasília, 08 de março de 2018

NOTAS ECONÔMICAS — Fechamento dos Mercados

Resumo diário: Mercados domésticos refletiram à confirmação de tarifação das importações de aço e alumínio anunciada por Donald Trump. No entanto, as bolsas internacionais reagiram bem à percepção de que a medida não será tão dura como incialmente esperado, podendo haver negociações com alguns países.

Bolsa: O Ibovespa teve um dia de queda em reação à confirmação da tarifação de aço e alumínio nos EUA. Pesaram também as perdas das commodities, como petróleo e ferro. O índice encerrou o dia em baixa de 0,58%, aos 84.984 pontos.
Juros: Os juros futuros esboçaram melhora no período da tarde, atingindo mínimas nos principais contratos, mas sem que, a exemplo da manhã, as taxas se afastassem muito dos ajustes de ontem. Os contratos de curto e médio prazos fecharam em leve queda, refletindo a expectativa com o IPCA de fevereiro. O DI Jan/19 encerrou o dia em 6,44%. O DI Jan/21 fechou em 8,23%, de 8,28% da véspera.
Dolar: O fortalecimento generalizado do dólar no mercado internacional foi acompanhado à risca no Brasil. A expectativa pelo anúncio de medidas protecionistas nos Estados Unidos permeou os negócios durante todo o dia, gerando aversão ao risco e busca por proteção. O dólar encerrou o dia em alta de 0,57%, valendo R$ 3,26.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultore