Boletim de Fechamento

Fechamento de Mercado – 03/04/2017

Brasília, 03 de abril de 2017

NOTAS ECONÔMICAS — Fechamento dos Mercados

Resumo diário: Apesar do atentado na Rússia que imputou cautela nos mercados mundiais, o cenário doméstico teve um dia positivo, inspirado no bom resultado da balança comercial no mês de março e na perspectiva de ingresso de capital estrangeiro.

Bolsa: A Bovespa teve um dia de alta, porém, com volume bem abaixo da média diária de março. As ações do setor financeiro garantiram o movimento de alta, ao passo que as ações da Vale influenciaram negativamente o comportamento do índice. O Ibovepsa encerrou o dia em alta de 0,35%, aos 65.211 pontos.
Juros: O mercado de juros futuros foi basicamente influenciado pelo comportamento do dólar no ambiente interno e pela pela pesquisa Focus, que reduziu as medianas para a inflação em alguns horizontes. Os DIs abriram no início das negociações mas caíram ao longo do dia. O DI Jan/18 fechou em 9,82% de 9,87% no dia anterior. O DI Jan/21 terminou na mínima de 9,83%, de 9,88%.
Dolar: O dólar caiu ante o real basicamente influenciado pela expectativa de entrada de recursos no país com o prazo da segunda rodada de regularização de recursos mantidos ilegalmente no exterior começando hoje e a expectativa de uma emissão externa da Petrobras e de outras grandes empresas. A divisa norte-americana encerrou o dia em queda de 0,45%, valendo R$ 3,11.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.