Boletim de Abertura

Abertura de Mercado – 27/08/2018

Brasília, 27 de agosto de 2018

NOTAS ECONÔMICAS — Abertura dos Mercados

Ambiente Financeiro:

Externo: a semana começa com ambiente positivo nos mercados financeiros internacionais diante da repercussão nas praças europeias do discurso do presidente do Fed, Jerome Powel de que manterá o ritmo gradualista de aumento dos juros nos EUA. Ademais, a reintrodução de um mecanismo contracíclico pela China para conter a recente tendência de depreciação do yuan ajuda a neutralizar críticas dos EUA de que o país asiático estaria buscando enfraquecer sua divisa propositalmente. Na agenda, a alta do índice de sentimento das empresas na Alemanha reforça o tom positivo nas bolsas europeias, enquanto as medidas chineses estimulam os futuros de bolsa de Nova Iorque a trabalharem no azul. As commodities caem depois da alta recente.

Interno: investidores nacionais devem continuar mais especulativos estimulados por sondagens eleitorais de menor porte e de olho no desempenho dos presidenciáveis em uma série de entrevistas promovida pelo Jornal Nacional, da TV Globo, que recebe hoje o candidato Ciro Gomes (PDT). Para a semana serão conhecidos números do PIB do 2T18 além dos dados de contas externas, mercado de trabalho, resultado das contas públicas e IGP-M.

Bolsa: o bom desempenho das praças acionárias na Ásia e Europa, bem como a alta dos futuros de bolsa de Wall Street tendem a estimular ganhos no Ibovespa na sessão regular.
Juros: o alívio externo tende a tirar pressão da curva de juros futuros no dia. Vale notar que o noticiário político pode movimentar os negócios e reverter a tendência prevista para os prêmios embutidos nos DIs.
Dólar: a melhora do humor dos investidores externos e seus efeitos sobre as taxas de câmbio das demais moedas internacionais devem auxiliar o real a se recuperar frente ao dólar depois de mais de uma semana de queda.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.