Boletim de Abertura

Abertura de Mercado – 27/02/2018

Brasília, 27 de fevereiro de 2018

NOTAS ECONÔMICAS — Abertura dos Mercados

Ambiente Financeiro:

Externo: Atenções voltadas para o plano do presidente dos EUA, Donald Trump, de sobrataxar importações de aço e alumínio anunciado ontem. Investidores tendem a operar com cautela diante do temor de que a iniciativa provoque uma guerra comercial em escala global. A decisão de adotar tarifas de 25% sobre as importações de aço e de 10% sobre as de alumínio foi vista como o mais agressivo passo do presidente norte-americano até agora.

Interno: No cenário doméstico, a agenda do dia é fraca e o destaque fica por conta da reunião trimestral do Banco Central com economistas e dados do Caged.

Bolsa: Investidores tendem a aproveitar o dia para a realização de lucros e ajuste de carteira. Bolsa doméstica deve ser conduzida pelo mau-humor externo após decisão de Trump sobre sobretaxação de importações.
Juros: Em dia de agenda fraca, juros futuros tendem a ser influenciados pelo comportamento do dólar e encerrar o dia em alta.
Dólar: Dólar deve se fortalecer ante o real em dia de maior aversão ao risco no exterior.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.