Boletim de Abertura

Abertura de Mercado – 19/07/2017

Brasília, 19 de julho de 2017

NOTAS ECONÔMICAS — Abertura dos Mercados

Ambiente Financeiro:

Externo: mercados internacionais operam com viés positivo reagindo aos números dos balanços corporativos, em especial, do setor de tecnologia. Por ora, bolsas e commodities trabalham em alta. Na agenda de indicadores dos EUA, os dados do setor de construção residencial será destaque, pois analistas esperam uma recuperação em junho. Enquanto o cenário político norte-americano segue desfavorável ao governo Trump com efeitos negativos sobre o dólar.

Interno: a situação fiscal ainda segue no foco dos investidores locais diante da perspectiva de que a arrecadação federal apresente números, referente a junho, insuficientes para cumprir a meta do ano. Ademais, às contínuas incertezas políticas no que tange o apoio parlamentar do governo afetam o humor dos operadores domésticos.

Bolsa: o cenário externo positivo para os mercados acionários e de commodities ajudam a propiciar um ambiente favorável para o Ibovespa no dia. A Oferta Pública de Ações do Carrefour - IPO - deve também reforçar a perspectiva favorável para a bolsa doméstica. Não obstante, a situação fiscal crítica aliada às incertezas políticas podem impor alguma acomodação do principal índice acionário local.
Juros: as preocupações com a situação das contas públicas segue no radar dos players diante das perspectivas de dificuldade do governo para cumprir a meta fiscal deste ano. Por outro lado, o comportamento desinflacionário local impõe viés de baixa para os DIs. Assim, a tendência é de que os juros futuros operem na estabilidade.
Dólar: a perspectiva de entrada de recursos estrangeiros de curto prazo direcionada para IPOs (Carrefour, Biotoscana, IRB Brasil etc) tendem a apreciar o real ante ao dólar mesmo com a sequência de baixa do dólar observado no período recente. No entanto, a incerteza políticas nacional e internacional (EUA) e situação fiscal doméstica delicada são o contrapeso para uma apreciação relevante no dia da moeda local.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.