Boletim de Abertura

Abertura de Mercado – 19/06/2017

Brasília, 19 de junho de 2017

NOTAS ECONÔMICAS — Abertura dos Mercados

Ambiente Financeiro:

Externo: a semana começa sob o viés positivo nas praças financeiras internacionais reagindo ao bom desempenho do partido de Emmanuel Macron nas eleições legislativas na França. Em Wall Street, os índices futuros apontam ganhos, mas podem ser limitados depois de uma semana de instabilidade nas bolsas diante dos patamares recordes em que se encontram.

Interno: investidores locais devem ampliar a postura defensiva neste começo de semana, após a entrevista de Joesley Batista à revista Época no fim semana revelando como se dava o relacionamento empresarial dentro do meio político nacional.

Bolsa: o bom humor externo dos investidores deve ser contrabalançado com noticiário local diante das revelações de Joesley Batista no fim de semana sobre o meio político. Ademais, o boletim Focus mostrou recuo nas projeções de crescimento do PIB para 2017 e 2018.
Juros: o ambiente político ainda inspirando bastante cuidado deve manter os investidores cautelosos e impondo prêmios nos juros futuros de prazos de médio e longo prazos. Na parte curta da curva, as projeções de desaceleração da inflação e recuo nas estimativas do PIB para este e o próximo ano tendem a manter estável os vértices de vencimento até o fim de 2017.
Dólar: o ganho do dólar ante as demais divisas internacionais e o prolongamento das incertezas políticas no âmbito doméstico tendem a depreciar o real em relação a moeda Yankee.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.