Boletim de Abertura

Abertura de Mercado – 17/03/2017

Brasília, 17 de março de 2017

NOTAS ECONÔMICAS — Abertura dos Mercados

Ambiente Financeiro:

Externo: o dia começa com movimentos laterais antes da bateria de dados da economia norte-americana e da reunião do G-20. No momento as variações de bolsas e câmbio são pequenos e sem sinal firme. A indicação de ambiente tranquilo no front externo.

Interno: preocupações com o avanço da reforma da previdência segue como fonte de monitoramento pelos investidores locais. Por outro lado, os players devem acompanhar as participações do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e do presidente do Banco Central Ilan Goldfajn.

Bolsa: Alta das bolsas europeias e das commodities devem contribuir para o Ibovespa subir na margem no pregão do dia. O contraponto que segue no radar dos investidores refere-se aos riscos envolvendo a aprovação das reformas e os sinais incipientes mais positivos na economia.
Juros: Prévias de inflação baixas, resultado dos leilões dos aeroportos (Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre) e resultado positivo da criação de vagas formais divulgado pelo ministério do Trabalho devem impulsionar a curva à termo de juros.
Dólar: Manutenção da rolagem de swap cambial pelo Bacen e ambiente doméstico positivo tendem a derrubar o dólar ante ao real.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.