Boletim de Abertura

Abertura de Mercado – 06/07/2018

Brasília, 06 de julho de 2018

NOTAS ECONÔMICAS — Abertura dos Mercados

Ambiente Financeiro:

Externo: a entrada em vigor do aumento das tarifas comerciais dos EUA sobre produtos chineses e a resposta de Pequim no mesmo nível deixa os investidores internacionais operando com viés negativo. Ademais, dados do mercado de trabalho norte-americanos com perspectiva de apresentar nova baixa na taxa de desemprego (3,8%) também influencia o preço dos ativos. Por ora, bolsas europeias, futuros de bolsa de Nova Iorque e commodities caem, enquanto o dólar se valoriza ante as moedas emergentes.

Interno: a estimativa de que o IPCA de junho tenha acelerado (para 1,3%) em função da greve dos caminhoneiros e noticiário político negativo na percepção do mercado serão fatores de influência sobre os negócios. A possibilidade de que o Democratas (DEM) apoie Ciro Gomes (PDT) prejudica a perspectiva para o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, segundo o noticiário.

Bolsa: a baixa das bolsas externas e das commodities associado as incertezas eleitorais interna devem impor viés de queda para o Ibovespa no dia.
Juros: a perspectiva de aceleração do IPCA de junho e ganho do dólar frente as moedas emergentes devem pressionar de forma altista a curva de juros doméstica.
Dólar: cenário externo cauteloso por conta da entrada em vigor de barreiras comerciais dos EUA contra produtos da China e dúvidas sobre o pleito político-eleitoral no front interno tendem a deixar a taxa de câmbio depreciado frente a moeda Yankee.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.