Boletim de Abertura

Abertura de Mercado – 06/03/2018

Brasília, 06 de março de 2018

NOTAS ECONÔMICAS — Abertura dos Mercados

Ambiente Financeiro:

Externo: investidores amanhecem com bom humor, em meio às tentativas de membros do partido republicano de dissuadir Donald Trump de elevar as tarifas sobre aço e alumínio. Ademais, notícias de que a Coreia do Norte estaria mais aberta a negociar alivia as tensões geopolíticas. Por ora, bolsas europeias e futuros de bolsa de Wall Street operam em alta, enquanto o dólar cede ante a maioria das divisas externas. Petróleo e commodities metálicas ganham valor.

Interno: noticiário político ainda segue no foco, agora com a decisão do ministro do STF, Luís Roberto Barroso, de quebrar o sigilo bancário do presidente Michel Temer no âmbito da investigação de irregularidades na elaboração da MP 595 (dos Portos). Ademais, outro destaque será a divulgação da pesquisa da CNT/MDA, que será divulgada nesta manhã e trará avaliações do governo e a opinião da população sobre emprego, renda e segurança. Por fim, o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula, à tarde, fecha o tema político. Na agenda de indicadores, destaque para a produção industrial de janeiro com previsão de crescer 2%, segundo analistas.

Bolsa: a conjuntura externa positiva deve prevalecer sobre questões locais (eventos políticos) e tende a favorecer novamente o Ibovespa no dia.
Juros: alta dos juros norte-americanos e cautela com a situação política do presidente Michel Temer tendem a pressionar os DIs de forma altista os vencimentos de médio e longo prazo. Já para os vértices mais curtos a perspectiva é de operar na estabilidade.
Dólar: a queda do dólar ante as moedas internacionais por conta das expectativas de que membros do partido republicano estão tentando dissuadir o presidente Donald Trump sobre a questão da sobretaxa sobre aço e alumínio devem apreciar o Real frente a moeda Yankee.

Esta publicação foi produzida pela GEREI – Gerência de Relações com Investidores, e tem caráter primordialmente informativo. As opiniões e informações contidas neste relatório são estimativas referentes à data do informativo e foram elaboradas com base em dados de fontes, em princípio, confiáveis e de boa-fé, porém, não há nenhuma garantia expressa ou implícita, sobre sua exatidão. Assim, a DIRFI/GEREI não se responsabiliza por qualquer risco, perda direta ou indireta que seja consequência de imprecisão contida no relatório ou da utilização de seu conteúdo, bem como não configura qualquer garantia de rentabilidade. Todas as perspectivas de mercado derivam de nosso julgamento e podem ser alteradas tempestivamente sem aviso prévio, por conta de mudanças que possam afetar as estimativas fornecidas pela área. Ressaltamos que este trabalho não constitui nenhuma oferta de venda ou solicitação para compra de quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Elaboração: DIRFI/GEREI. Fontes: AE Broadcast, BACEN, IBGE, FGV e LCA Consultores.